segunda-feira, 20 de maio de 2013

REFLEXÃO PESSOAL SOBRE O QUE É SER POETA


REFLEXÃO PESSOAL SOBRE O QUE É SER POETA

 

Antes de sermos Poetas, somos cidadãos. Cidadãos de nosso país, mas também do mundo. Cidadãos do microcosmo familiar, dos amigos, do trabalho, dos grupos que frequentamos.

Como cidadãos, refletimos SOBRE os acontecimentos dos diferentes ambientes em que vivemos. Como poetas, refletimos OS mesmos acontecimentos.

Refletindo o nosso microcosmo, colocamos em nossos versos sentimentos e conflitos existenciais que existem desde sempre no coração e na mente humanos. Falamos sobre o amor, a saudade, a alegria, a tristeza, o sofrimento, a morte, Deus, a Natureza, as perdas, os sucessos e fracassos. Colocamos em palavras sentimentos que nosso semelhante, talvez, não saiba, ou não consiga, expressar. Nós o fazemos por ele, e o aliviamos e consolamos.

Refletindo o macrocosmo, escrevemos sobre a sociedade, as injustiças, os preconceitos, as guerras, a corrupção, a violência, os desmandos, os abusos de poder. Nós os denunciamos e gritamos nosso protesto, também em nome daqueles que não o sabem ou não o podem fazer. Somos seus porta-vozes, seus tradutores.

Nem sempre lidos, nem sempre compreendidos, seguimos cumprindo nosso papel, nossa missão, exercendo nosso ofício.


Lu Narbot

(texto inspirado pelos debates sobre o tema que acontrecem no facebook)

2 comentários:

  1. Grande verdade!
    O poeta, embora amador, tem o dever e por que não dizer, o prazer de escrever, de denunciar, de homenagear, de criticar ou descrever cenas, fatos que acontecem em uma sociedade...de forma prazerosa vamos mostrando o "outro" lado da vida, um lado que ameniza as dores, que dá sempre um colorido, fazendo com que os leitores as vejam de forma diferente e aceitável., assim penso.

    Obrigada pela visita Lu, foi um grande prazer!
    Um abraço carinhoso.
    Ivany

    ResponderExcluir
  2. QUE É POESIA?
    -
    Soneto nº 4265 decassílabo-sáfico-heróico,
    Ritmo clássico na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas,
    Rimado ABAB, ABAB, CDC, CDC.
    Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
    -
    Poema traz a rima em livro aberto,
    clássico, mede tudo que contém;
    na melodia encanta, mas decerto
    modernos versos, livres são também.
    -
    Sentimento que exprime tempo certo
    das emoções que o ser humano tem,
    pode exprimir tristeza, dor por perto
    ou na alegria, rindo sempre vem.
    -
    Põe na esperança e fé, perdão real;
    na liberdade é fio que conduz
    a humanidade crer, ao ver natal.
    -
    Nenhum autor consegue dar total
    definição porque é escrita em luz:
    com força e paz, poesia é contra o mal.
    -
    Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil,
    Sábado de Carnaval, 18 de fevereiro de 2012.
    -
    http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/3506168
    ---***---

    ResponderExcluir