segunda-feira, 5 de maio de 2014

SONHAR Por Kátia Storch Moutinho

SONHAR 
Kátia Storch Moutinho

Eis-me aqui, olhos distantes
do que sonhei mais buscando ver
o que jamais imaginei.
Busco a beleza na terra ressequida.

Vejo o verde mover-se em desalinho
a formar ondas secas de água
me fazendo sonhar com o mar
seus navios e as gentes a navegar.

Eis-me aqui tão delicada
com alma de alfazema
e mãos de uma Amazonas.

Assim, quieta na minha dor
com meu choro pálido
vivo a morrer de sonhar.

Permaneço indo embora
para um lugar que desconheço.

Sou sonho e só.





http://www.facebook.com/palavraspoeticas

Nenhum comentário:

Postar um comentário